7 Vantagens do Uso da Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

7 Vantagens do Uso da Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

  1. Redução de custos de impressão do documento fiscal. A impressão gera despesas. Com o armazenamento eletrônico e a impressão do Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (DANFE), que acompanha a mercadoria e facilita a consulta da respectiva NF-e na Internet, a empresa cortas despesas com papel, arquivos físicos, tinta, manutenção e cartuchos para impressora;
  2. Redução de custos de armazenagem de documentos fiscais. Através do armazenamento eletrônico, os arquivos podem ser armazenados em nuvem, ou seja, chega de arquivos físicos, papeis e mais papeeis pela empresa;
  3. Planejamento de logística de recepção de mercadorias pelo conhecimento antecipado da informação da NF-e;
  4. Redução de erros de escrituração devido à eliminação de problemas de digitação de notas fiscais. Com a NFS-e, o próprio sistema eletrônico realiza a escrituração, evitando erros como antes cometido muitas vezes pela escrita da antiga Nota Fiscal de papel;
  5. Agilidade no faturamento. O próprio sistema calcula os valores das parcelas e impostos, conforme as informações preenchidas no momento da emissão do documento, facilitando assim o cálculo dos valores faturados. Muitos sistemas integrados importam os dados das NFS-e e automaticamente geram relatórios precisos em tempo real. Evitando as velhas planilhas de cálculo que víamos em diversas repartições no passado;
  6. Redução do tempo de parada em postos fiscais. Através do portal da NFS-e, podemos enviar eletronicamente as informações à Receita federal, evitando assim, o gasto desnecessário de tempo em idas e vindas nos postos fiscais. Gerando corte de despesas com combustível, office-boy entre outras coisas;
  7. GED – Gerenciamento Eletrônico de Documentos. Os documentos eletrônicos proporcionam uma otimização nos processos de organização, armazenamento e gerenciamento, facilitando a recuperação e intercâmbio das informações entre Receita x empresas e Empresa primaria x Empresa secundária.

Compartilhe